No Som da Viola

Tião Carreiro e Pardinho

 Tião Carreiro e Pardinho
Tono: B
		
Introdução: B7 
 
B7  
É hoje que a terra treme é hoje que a pedra rola  
                                                                               E  F#7  B 
Este é o som da minha terra cheguei no som da viola!  
 
          B7                                        E 
Não sei de vim pra ensinar ou se vim pra aprender  
       F#7                                                                 B7 
Eu sou pimenta nos olhos daquele que não quer ver;  
                E                                          F#7      
Quem bateu tem que apanhar, quem matou tem que morrer 
      G#7                     C#            F#          F#7     (B7) 
Covarde morre gritando, o valente sem gemer!  
 
            B7                                          E 
Sem sangue não tem chouriço, sem luta não tem vitória  
         F#7                               B7  
É preciso muita garra pra subir os degraus da glória  
              E                                 F#7 
Como farofa e areia, dou a mão à palmatória  
              G#7                 C#                  F#            F#7 (B7) 
Se um dia ver um covarde que fez bonito na história.  
 
   B7                                E  
Urutu de cruz na testa vê a morte mas não corre  
   F#7                                               B7  
Vai de encontro com fogo, dando bote ela morre;  
            E                                   F#7  
Homem que apanha calado, ele pra mim não nasceu; 
         G#7                        C#             F#                     F#7   B7 
Homem que tombou na luta é um herói que não morreu.
23 exhibiciónes

Comentarios 0

Consigo tocarSin embargo, para tocar esta canción. ¡Sé el primero!
    Aún no puedo reproducir
    Exhibir acordes »
    publicidad
    cerrar